3 de mai de 2010

Professores e diretores de escolas devem fazer a sua seleção de obras


Professores e diretores das escolas públicas de ensino fundamental de todo o país já podem começar a estudar e debater com suas equipes pedagógicas sobre os livros didáticos que deverão utilizar a partir de 2011. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) publicou nesta quinta-feira, 29, em seu portal na internet, o Guia do Programa Nacional do Livro Didático 2011.
O documento também será distribuído às escolas em versão impressa, em maio, e traz um resumo das obras selecionadas para a escolha dos professores e diretores. Além do guia, as escolas participantes receberão uma carta do FNDE com a senha para acessar o sistema de escolha pela internet.
Resultado de um processo de avaliação executado pela Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação, em parceria com universidades públicas, o guia é uma importante ferramenta de orientação aos professores. “Além de mostrar o conteúdo de cada obra, o guia também sugere caminhos pedagógicos para a prática do professor na sala de aula”, afirma Rafael Torino, diretor de ações educacionais do FNDE.
Termo de adesão – As obras escolhidas neste ano serão usadas por estudantes do sexto ao nono ano do ensino fundamental, englobando as seguintes disciplinas: português, matemática, história, geografia, ciências e língua estrangeira (inglês e espanhol). O período para os professores optarem pelos livros no portal do FNDE vai de 21 de junho a 4 de julho.
Torino lembra que só as redes de ensino público que oficializarem sua participação no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), por meio de termo de adesão, poderão escolher os livros didáticos para o próximo ano. “O prazo final para as secretarias estaduais e municipais e as escolas federais formalizarem essa adesão é 31 de maio”, avisa.
A autarquia encaminhou por correio o termo de adesão a todos os gestores do país. O documento deve ser assinado pelo prefeito municipal, pelo secretário de educação do estado ou pelo diretor da escola federal, e devolvido ao FNDE dentro do prazo, para que as escolas possam receber os livros.

Assessoria de Comunicação Social do FNDE

Nenhum comentário: